Tudo o que ela sempre quis – Barbara Freethy

Imagem
Dez anos atrás, em uma festa, a linda e estonteante Emily caminhava para sua morte, deixando seus amigos e suas “irmãs” — Natalie, Laura e Madison — devastados. Nenhum deles esquecera aquela noite — ou o papel que cada um teve na morte de Emily, a culpa que os persegue e a perda que ainda sofrem.
Agora, um escritor desconhecido entra na lista dos livros mais vendidos com um romance similar à história deles. Quem é ele? Como ele sabe os detalhes íntimos de suas vidas? E por que está acusando um deles de assassinato? Quando os amigos se reúnem novamente para buscar a verdade, trazem a tona segredos devastadores e paixões há muito tempo esquecidas.  

Primeiro os pontos negativos: o título é terrível, não combina nenhum pouco com o enredo e a fotografia da capa também não ajuda; muito bonitinho e tudo, mas parece pertencer a uma história diferente. Já a sinopse é maravilhosa, porém promete mais mistérios do que realmente existe e isso nos faz criar grandes expectativas que não são saciadas devidamente. Eu esperava que os segredos fossem mais intensos e obscuros, ao invés disso encontrei uma coisa leve e meio organizada de mais pro meu gosto.

Porém, existem vários pontos positivos também: um são os personagens, bem vivos e diferentes entre si… alguns eu quis pegar no colo e levar pra casa, outros apenas ir lá e dar uma voadeira. Os diálogos são uma delícia! E a trama se desenvolve aos poucos, de um jeito bacana. As descobertas vão apontando para diversos culpados ao decorrer das páginas, de modo que suspeitei um pouquinho de cada um deles. No fim, não consegui acertar; o que só prova que não foi um final previsível, mas sim… interessante.

Acho que algumas coisas deveriam ter sido diferentes, contudo sou incapaz de fazer comentários sobre isso sem dar spoilers. De modo geral, acho que é um livro ótimo, que valoriza bastante a amizade e lealdade; com uma dose satisfatória pelo menos pra mim de mistérios e romances bem colocados entre uma descoberta e outra. Recomendo.

Anúncios

Um pensamento sobre “Tudo o que ela sempre quis – Barbara Freethy

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s