Fiquei com o seu número – Sophie Kinsella

Imagem

A vida de Poppy Wyatt está uma bagunça. Faltam apenas dez dias para o seu casamento e cada vez aparece mais compromissos por causa dos preparativos. Ate ai tudo bem, Magnus é tudo o que uma mulher poderia desejar… bonito, inteligente, romântico e, pra completar, ainda a pediu em noivado com uma jóia valiosíssima, que pertence à família há três gerações e foi tirada de um cofre no banco especialmente para ela. O problema é que Poppy acabou de descobrir que os sogros não estão exatamente pulando de alegria com a união, e justo no dia em que eles estão voltando de viajem (no dia em que ela pretendia provar seu valor e conquistá-los) Poppy perde seu celular e também… o anel de noivado!

Obviamente, ela entra em pânico e coloca todos os funcionários do hotel atrás da jóia. Mas mesmo que por um milagre alguém encontre seu anel, como entrará em contato para avisá-la? É ai que surge uma luz no fim do túnel, ou melhor, na lata de lixo. Deixado lá, sozinho e abandonado, está um celular novinho em folha! Sem pensar duas vezes, Poppy passa o numero para todas as amigas e funcionários do hotel.

O problema é que este aparelho é da empresa do executivo Sam Roxton, para onde todas suas mensagens pessoais e e-mails de negocio são enviados. E é claro que ele não fica nada contente ao saber que sua ex-secretária cabeça de vento jogou o celular fora e que agora o objeto foi parar nas mãos de uma mulher completamente desconhecida, que pode acessar toda a sua vida com apenas alguns cliques.

Porém, Poppy já se apossou do aparelho e não pretende devolver tão cedo. Através de muitos telefonemas, trocas de mensagem e algumas súplicas, os dois fazem um acordo: ela pode ficar com o celular por alguns dias, até o anel aparecer, mas precisará encaminhar tudo o que for recebido para o número pessoal de Sam.

A partir daí se inicia uma ardente troca de mensagens entre eles. E enquanto Poppy precisa correr atrás do anel perdido, tentar provar seu valor para a família do noivo e esconder a mão dos olhares curiosos… um turbilhão de confusões se desencadeia, seguindo-se umas as outras num ritmo acelerado.

Fiquei com seu número é uma leitura fácil e gostosa. Eu devorei as mais de quatrocentas páginas bem rapidinho e recomendo sem medo ou restrições a qualquer um que curta um bom chick-lit. Os diálogos são ótimos e a forma como os personagens conseguem interagir, mesmo sem ter nenhum contato físico, é fantástica. Poppy tem o dom de se meter em uma furada atrás da outra e diversas vezes acaba levando Sam de carona. Mas como qualquer protagonista boazinha, ela só faz isso com intenção de ajudar. Sam é bem mais sério e responsável; o oposto dela. Ele tem um senso de justiça inabalável e faz tudo o que pode – e o que não pode – para defender as pessoas das quais gosta. Me apaixonei pelos dois. Mesmo eles sendo tão diferentes, se encaixam perfeitamente na narração e constroem uma história envolvente, meio atrapalhada e muito, muito divertida.

Anúncios

4 pensamentos sobre “Fiquei com o seu número – Sophie Kinsella

  1. Eu não conhecia esse livro mas, após ler essa sinopse fiquei mesmo com vontade de o ler! Fiquei até com vontade de o comprar, vou procurar por aqui pois parece ser bem o livro que eu vou gostar! Ainda bem que falaste nele 😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s