Virou filme! (os mais esperados de 2014)

E finalmente: as adaptações mais esperadas (por mim) de todos os tempos…

A Culpa é das Estrelas (13 de junho)ImagemGrande sucesso de vendas, o livro A Culpa é das Estrelas traz a emocionante história de uma adolescente vítima de câncer, que sobrevive graças a drogas experimentais. Quando vai a um grupo de apoio para jovens doentes, ela conhece Gus e se apaixona. A versão cinematográfica é estrelada por Shailene Woodley (a nova queridinha de Hollywood) e Ansel Elgort e tem direção do jovem cineasta Josh Boone (do ainda inédito Ligados pelo Amor).

John Green, John Green, John Green! ❤

Malévola (30 de maio)ImagemParece que dessa vez o grande clássico dos Irmãos Grimm vai ganhar uma adaptação a altura, com o filme Malévola. Esta nova versão do conto da Bela Adormecida concentra-se na história da vilã Malévola, contando os fatos de sua vida que fizeram dela uma mulher amargurada e vingativa, capaz de amaldiçoar a jovem Aurora.

Jogos Vorazes – A Esperança: Parte 1 (14 de novembro)ImagemDepois do grande sucesso de Em Chamas, maior sucesso dos cinemas em 2013, o último livro foi dividido em duas partes. Jogos Vorazes – A Esperança: Parte 1 começa a mostrar como Katniss (Jennifer Lawrence) torna-se o símbolo principal da revolução em Panem, após os acontecimentos inesperados no fim dos últimos jogos. Peeta e Gale disputam o coração da heroína enquanto os conflitos tomam conta da nação.

~aguenta coração~

Divergente (18 de abril)ImagemCandidato a conquistar os mesmos fãs da franquia Jogos Vorazes, Divergente (adaptado do livro de Veronica Roth) também traz uma heroína jovem e corajosa que luta contra o governo de um país autoritário, enquanto experimenta o primeiro amor. A história mostra o momento em que os jovens devem escolher em qual facção vão seguir as suas vidas, mas Tris não se encaixa em uma categoria única, representando portanto um perigo ao sistema. Shailene Woodley interpreta a protagonista – 2014 é O Ano dessa atriz. Kate WinsletTheo James e Miles Teller completam o elenco.

A Menina que Roubava Livros (31 de janeiro)ImagemAdaptada do livro de Markus Zusak, A Menina que Roubava Livros conta a história da jovem Liesel Meminger (Shophie Nélisse), que atravessa as dificuldades da Segunda Guerra Mundial enquanto descobre os prazeres da literatura. Com a ajuda da família, Liesel esconde um homem judeu (Bem Schnetzer) em sua casa. Geoffrey Rush  Emily Watson interpretam os pais da garota. (…) Gente, o filme é muuuuito bom e já foi lançado; então corre lá pra assistir.

Um Conto do Destino (21 de fevereiro)ImagemO livro Um Conto do Destino, de Mark Helprin, traz a história fantástica de um pobre mecânico e assaltant (Colin Farrell), que se apaixona pela moradora de uma casa que pretende assaltar. Quando descobre que esta mulher (Jessica Brown Findlay) está prestes a morrer, o amor é tão forte que eles fazem o possível para acontecer um milagre… Talvez até parar o tempo. A direção é de Akiva Goldsman, diretor da série Fringe.

Noé (4 de abril)ImagemEm 2014, pelo menos três filmes são adaptados da Bíblia: Noé, dirigido por Darren Aronofsky, Exodus, de Ridley Scott, e Son of God, adaptação da série de televisão de mesmo nome. A maior produção, sem dúvida, é Noé, que gastou mais de US$100 milhões para criar uma imagem assustadora do dilúvio. O diretor inclusive criou uma versão em quadrinhos da história antes de dirigir o filme… Russell Crowe interpreta o homem que recebe a mensagem de Deus para construir a arca com os animais. Mas pra mim as grandes estrelas mesmo são Emma Watson e Logan Lerman!!

12 Anos de Escravidão (12 de fevereiro)ImagemEsta história, baseada em fatos reais, apresenta Solomon Northup (Chiwetel Ejiofor), um escravo liberto que é sequestrado em 1841 e forçado por um proprietário de escravos (Michael Fassbender) a trabalhar em uma plantação na região de Louisiana, nos Estados Unidos. Ele é resgatado apenas doze anos mais tarde, por um advogado (Brad Pitt). **Ganhador do Oscar de melhor filme (merecidamente!).

Vampire Academy – O Beijo das Sombras (era para ser lançado dia 14 de março…)ImagemA trama criada pela escritora Richelle Mead se passa na escola para vampiros São Vladimir, onde as amigas Rose (Zoey Deutch) e Lissa (Lucy Fry) devem se proteger dos perigos ao redor. O LIVRO é fabuloso, já o filme não me deu grandes expectativas; ficou meio “Meninas Malvadas – versão ruim”. Sério, o marketing inteiro foi horrível, eu não sentiria vontade de olhar se não tivesse lido os livros. E foi por causa disso tudo que o lançamento do filme foi cancelado no Brasil. Os fãs da série até estão tentando convencer o pessoal da distribuidora a voltar atrás, mas por enquanto quem quiser assistir vai ter que esperar a versão que deve sair direto em Blu-ray e DVD. 
“Eles dão o sangue na escola”… sério? Por favor, né.

O Teorema Katherine – John Green

Imagem

Colin conhece Katherine. Katherine gosta de Colin. Colin e Katherine namoram. Katherine termina com Colin. É sempre assim.

Colin Singleton é um jovem prodígio, viciado em anagramas e capaz de memorizar quase tudo o que já viu ou leu durante a vida. Ele tem uma estranha fascinação por garotas chamadas Katherines. Já teve dezenove namoradas com esse nome. E todas elas, de uma forma ou de outra, terminaram com ele.

Foi assim que, após levar o décimo nono fora bem no dia da formatura, ele decide cair na estrada junto com seu melhor amigo, Hassan. Colin começa então a por sua mente brilhante para funcionar e elabora o Teorema Fundamental da Previsibilidade das Katherines, que tem o objetivo de prever o desfecho de qualquer relacionamento e, assim, saber quem terminará com quem antes mesmo das pessoas se conhecerem.  Ele almeja tornar-se um gênio, deixar sua marca na história e, com sorte, reconquistar K-19.

Diferente de A Culpa é das Estrelas, este livro não foi escrito para destroçar nossos corações e nos fazer derramar rios de lágrimas até não sobrar mais nada. O Teorema Katherine é inteligente e engraçado. Com personagens marcantes e diversos acontecimentos imprevisíveis, John Green me relembrou porque seu nome merece ter um lugar de honra na minha estante.

Imagem

Um detalhe interessante são as notas de rodapé. Confesso que nunca dei muito valor a elas, mas desta vez foi diferente. O Teorema Katherine é cheio de notas fantásticas, bem colocadas e muito, muito divertidas!

Imagem

A Culpa é das Estrelas – John Green

ImagemA culpa é das estrelas conta a história de Hazel, uma menina de dezesseis anos, que conhece um rapaz chamado Augustus Waters no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. A protagonista tem a doença e está vivendo algo como um estágio terminal. Augustus conseguiu se recuperar, ficando com uma perna a menos no percurso. É uma sinopse meio triste… O.k. o livro é mesmo triste, mas eu amei. Amei cada página, cada palavra e cada personagem. É incrível. É lindo!

Imagem

Markus Zusak escreveu a seguinte crítica: “Você vai rir, vai chorar e ainda vai querer mais”. E nada poderia definir melhor o que senti com esse livro. Hazel e Augustus, apesar de estarem morrendo, e tal, são de longe os personagens mais divertidos que tive o prazer de conhecer. Eu ri pra valer com as falas sarcásticas, as observações filosóficas e as respostas espertas. Eles formam um casal “muito mais romântico que qualquer pôr do sol a beira da praia”, mas não foi isso – não apenas isso – que me fez gostar deles ou da história. Nem sei dizer por que gostei, na verdade, mas como eu disse: amei cada palavra. Como Zusak disse que aconteceria: eu ri e também chorei. Em determinado momento chorei tanto que parecia que nunca mais conseguiria parar e no final, ele acertou outra vez: eu queria mais. Queria mais Isaac, mais Hazel e mais Augustus, muito mais Augustus Waters!

Imagem

Imagem